Milagre: Moro dá razão à defesa de Lula

Um caso improvável ocorreu nesta quarta-feira, 25; o juiz federal Sérgio Moro deu razão à defesa do ex-presidente Lula em relação à perícia nos recibos de alugueis apresentados pelo ex-presidente; Moro concordou que é impossível à defesa apresentar quesitos e indicar assistente técnico, enquanto o Ministério Público Federal não esclarecer se quer alguma perícia e qual o tipo de perícia nos documentos; o magistrado reafirmou que tem dúvida sobre o cabimento da perícia

Um caso improvável ocorreu nesta quarta-feira, 25; o juiz federal Sérgio Moro deu razão à defesa do ex-presidente Lula em relação à perícia nos recibos de alugueis apresentados pelo ex-presidente; Moro concordou que é impossível à defesa apresentar quesitos e indicar assistente técnico, enquanto o Ministério Público Federal não esclarecer se quer alguma perícia e qual o tipo de perícia nos documentos; o magistrado reafirmou que tem dúvida sobre o cabimento da perícia
Um caso improvável ocorreu nesta quarta-feira, 25; o juiz federal Sérgio Moro deu razão à defesa do ex-presidente Lula em relação à perícia nos recibos de alugueis apresentados pelo ex-presidente; Moro concordou que é impossível à defesa apresentar quesitos e indicar assistente técnico, enquanto o Ministério Público Federal não esclarecer se quer alguma perícia e qual o tipo de perícia nos documentos; o magistrado reafirmou que tem dúvida sobre o cabimento da perícia (Foto: Aquiles Lins)

Paraná 247 - Um caso improvável ocorreu nesta quarta-feira, 25; o juiz federal Sérgio Moro deu razão à defesa do ex-presidente Lula em relação à perícia nos recibos de alugueis apresentados pelo ex-presidente.

Moro concordou que é impossível à defesa apresentar quesitos e indicar assistente técnico, enquanto o Ministério Público Federal não esclarecer se quer alguma perícia e qual o tipo de perícia nos documentos.

"Tendo em vista a razoabilidade da reclamação, revogo o prazo concedido para a Defesa no evento 17 e que será então reaberto posteriormente à manifestação do MPF e nova decisão do Juízo", disse Moro em seu despacho. 

O magistrado reafirmou que tem dúvida sobre o cabimento da perícia. 

O imóvel em São Bernardo do Campo é alvo de investigação em um processo no qual o ex-presidente é réu. Na terça (24), a defesa de Lula entregou à Justiça esses documentos. Eles incluem o contrato original de locação (de 01/02/2011), 31 recibos originais de locação e uma carta do empresário Glaucos da Costamarques (de 03/01/2017) para Marisa Letícia. 

Leia o despacho de Sérgio Moro:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247