Moraes pode aumentar partidarização no STF, diz Gleisi

Líder do PT no Senado afirmou que Alexandre de Moraes não tem a reputação ilibada exigida para ocupar cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF); "Nós temos muita preocupação com relação à postura dele no Supremo, até porque o que nós observamos dele na ocupação de cargos que ele teve foi uma utilização partidária", afirmou; Gleisi Hoffmann disse também que o país não precisa de um Supremo "mais partidarizado ainda"

Líder do PT no Senado afirmou que Alexandre de Moraes não tem a reputação ilibada exigida para ocupar cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF); "Nós temos muita preocupação com relação à postura dele no Supremo, até porque o que nós observamos dele na ocupação de cargos que ele teve foi uma utilização partidária", afirmou; Gleisi Hoffmann disse também que o país não precisa de um Supremo "mais partidarizado ainda"
Líder do PT no Senado afirmou que Alexandre de Moraes não tem a reputação ilibada exigida para ocupar cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF); "Nós temos muita preocupação com relação à postura dele no Supremo, até porque o que nós observamos dele na ocupação de cargos que ele teve foi uma utilização partidária", afirmou; Gleisi Hoffmann disse também que o país não precisa de um Supremo "mais partidarizado ainda" (Foto: Aquiles Lins)

Paraná 247 - A senadora Gleisi Hoffmann, líder do PT no Senado, afirmou que Alexandre de Moraes não tem a reputação ilibada exigida para ocupar cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). 

"Nós temos muita preocupação com relação à postura dele no Supremo, até porque o que nós observamos dele na ocupação de cargos que ele teve foi uma utilização partidária", afirmou. 

Em entrevista a jornalistas, a senadora disse também que o país não precisa de um Supremo "mais partidarizado ainda". 

A líder petista explicou a oposição irá ouvir Alexandre de Moraes sobre temas que estão em conflito com o que o próprio candidato ao STF já defendeu, como a proibição de nomeação de ministros por um presidente da República. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247