Morre sexta vítima de tragédia na BR-277

O corpo do empresário Pedro Idalgo Filho, de 55 anos, sexta vítima fatal do acidente com um caminhão-tanque na BR-277, no Paraná, é velado em Apucarana, no norte do estado; Idalgo foi internado no Hospital Evangélico com 90% do corpo queimado; ele foi transferido do Hospital de Paranaguá para Curitiba, mas faleceu

O corpo do empresário Pedro Idalgo Filho, de 55 anos, sexta vítima fatal do acidente com um caminhão-tanque na BR-277, no Paraná, é velado em Apucarana, no norte do estado; Idalgo foi internado no Hospital Evangélico com 90% do corpo queimado; ele foi transferido do Hospital de Paranaguá para Curitiba, mas faleceu
O corpo do empresário Pedro Idalgo Filho, de 55 anos, sexta vítima fatal do acidente com um caminhão-tanque na BR-277, no Paraná, é velado em Apucarana, no norte do estado; Idalgo foi internado no Hospital Evangélico com 90% do corpo queimado; ele foi transferido do Hospital de Paranaguá para Curitiba, mas faleceu (Foto: Leonardo Lucena)

Paraná 247 - O corpo do empresário Pedro Idalgo Filho, de 55 anos, sexta vítima fatal do acidente com um caminhão-tanque na BR-277, no Paraná, é velado nesta quarta-feira (6) em Apucarana, no norte do estado. Idalgo foi internado no Hospital Evangélico com 90% do corpo queimado. Ele foi transferido do Hospital de Paranaguá para Curitiba na segunda-feira (4), e, por volta das 15h de terça-feira (5), faleceu.

A tragédia aconteceu no fim da tarde domingo (3), quando o motorista de um caminhão perdeu o controle da direção e bateu contra uma mureta de proteção. O veículo, que transportava 44 mil litros de álcool, explodiu logo em seguida. Outros doze veículos foram atingidos. O condutor disse que o painel do veículo apontava a existência de uma falha nos freios, mas continuou a viagem.

Segundo a Polícia Civil, ele está preso e deve responder por homicídio doloso, com dolo eventual, ou seja, quando assume o risco de matar.

Uma bebê foi encontrada com vida nas proximidades do acidente. Segundo testemunhas, o pai da bebê, Luiz Carlos Silva, de 25 anos, conseguiu tirá-la do carro da família. Ele morreu.

O sepultamento de Idalgo Filho está previsto para as 16h, no Cemitério Municipal Cristo Rei.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247