CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sul

PDT apoia candidatura de Gleisi no Paraná

Prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet destacou o cenário competitivo para as eleições estaduais, agora com a confirmação de Roberto Requião como candidato do PMDB. “Pela primeira vez em anos, há a real possibilidade de o atual governador ficar de fora até do segundo turno”, afirmou ele, que assim como o ex-senador Osmar Dias, aplaudiu a decisão do partido de se aliar ao PT

Prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet destacou o cenário competitivo para as eleições estaduais, agora com a confirmação de Roberto Requião como candidato do PMDB. “Pela primeira vez em anos, há a real possibilidade de o atual governador ficar de fora até do segundo turno”, afirmou ele, que assim como o ex-senador Osmar Dias, aplaudiu a decisão do partido de se aliar ao PT (Foto: Roberta Namour)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Notícias Paraná - Após convenção realizada na tarde do último sábado (21), o PDT-PR formalizou o apoio a candidatura de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná. Participaram da reunião, importantes lideranças do partido, como o ex-senador Osmar Dias e o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

Fruet destacou o cenário competitivo para as eleições estaduais, agora com a confirmação de Roberto Requião como candidato do PMDB. “Pela primeira vez em anos, há a real possibilidade de o atual governador ficar de fora até do segundo turno”, afirmou Fruet, que assim como Osmar Dias, aplaudiu a decisão do partido.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“O eleitor contra o PT já está consolidado e as avaliações negativas são para todos os governantes, neste momento novo que o país está vivendo”, disse Fruet, comprometendo-se a ser um cabo eleitoral efetivo para Gleisi, principalmente em Curitiba e Região Metropolitana.

Além disso, ficou definido que o PDT fará coligação na proporcional para Assembleia Legislativa do Estado do Paraná; por outro lado, para a Câmara Federal serão lançados 15 nomes e o partido permanecerá independente - a exemplo do PDT nacional, a aliança com Dilma Roussef será mantida.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Já a senadora Gleisi Hoffmann agradeceu ao PDT pela decisão tomada e reconheceu a importância do apoio do partido para sua candidatura. No entanto, alguns convencionais pedetistas reclamaram da ausência de lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT) na convenção. O partido também revindica concorrer a vaga para o Senado na coligação.
Partido Verde (PV)

O Partido Verde (PV) do Paraná decidiu, em convenção realizada também no sábado (21), lançar candidatura própria ao governo estadual. A candidata apontada pela legenda foi a deputada federal Rosane Ferreira, presidente estadual do PV. A ata da convenção, porém, foi deixada em aberto para indicações posteriores de vice, senador, e suplentes. O prazo para conclusão da ata é 30 de junho.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO