Pimenta defende CPI e aponta quadrilha da Lava Jato para violar sigilos fiscais

"Vazamento de informações sigilosas da receita federal é crime. Quando o crime é praticado por auditores da receita e procuradores federais é crime qualificado. Quando reúnem 3 ou mais para praticar um crime é formação de quadrilha. CPI já para esclarecer a Vaza Jato!!", defender o líder do PT na Câmara

Paulo Pimenta e Deltan Dallagnol
Paulo Pimenta e Deltan Dallagnol (Foto: Câmara dos Deputados | ABr)

247 - O deputado federal Paulo Pimenta, líder do PT na Câmara, defende CPI para apurar as informações vazadas pelo site The Intercept sobre a Lava Jato, que publicou novo capítulo neste domingo 18 em parceria com a Folha de S.Paulo.

De acordo com as novas mensagens reveladas, integrantes da força-tarefa recebiam dados sigilosos da Receita Federal por meio de aplicativos de mensagens, sem autorização judicial. Dados foram vazados por auditor da Receita até mesmo sem haver suspeita de ilegalidade.

"Vazamento de informações sigilosas da receita federal é crime. Quando o crime é praticado por auditores da receita e procuradores federais é crime qualificado. Quando reúnem 3 ou mais para praticar um crime é formação de quadrilha. CPI já para esclarecer a Vaza Jato!!", apontou Pimenta.

Os pedidos eram feitos ao então auditor fiscal Roberto Leonel, que chefiava a área de inteligência da Receita em Curitiba. Hoje ele é chefe do Coaf, colocado no cargo por Sergio Moro, ministro da Justiça do governo Bolsonaro. 

 "A relação entre Leonel e a força-tarefa era tão próxima que eles pediram para o auditor informações sigilosas de contribuintes até mesmo para verificar hipóteses sem indícios mínimos. A Lava Jato, como o Intercept mostrou em parceria com o El País, já se movimentou contra seus inimigos declarados motivada apenas por boatos", diz trecho da reportagem.

Em uma das mensagens enviadas ao chefe da força-tarefa, Deltan Dallagnol, Leonel revela ter sido questionado por seu superior sobre o repasse de informações sigilosas. "Ele quis saber pq fiz etc e se tinha passado está inf a vcs ... Disse q NUNCA passei pois não tem origem ilícita suspeita !!! Por favor delete este assunto por enquanto", escreve.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247