Requião: entreguismo no governo Temer faz Lula crescer

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou no Twitter que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cresce nas pesquisas de intenções de voto à medida que "entreguismo, fisiologia explicita, erros na analise e condução da crise, se tornam conhecidos"; de acordo com o parlamentar, o governo de Michel Temer está "ladeira abaixo"; segundo pesquisa CUT/Vox Populi, aumentou para 34% o percentual dos brasileiros que pretendem votar em Lula para presidente, em 2018; em abril e junho, Lula tinha 29%

senador Roberto Requião (PMDB-PR)
senador Roberto Requião (PMDB-PR) (Foto: Leonardo Lucena)

Paraná 247 - O senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cresce nas pesquisas de intenções de voto à medida que "entreguismo, fisiologia explicita, erros na analise e condução da crise, se tornam conhecidos". Requião integra o mesmo partido do presidente Michel Temer, mas tem sido um crítico ferrenho da venda de ativos da Petrobras. "Os mesmos que elegeram Cunha na Câmara, os mesmos que cassaram Cunha, estão hoje cassando e entregando a soberania do Brasil. Fisiológicos", disparou ele o Twitter. De acordo com o parlamentar, o governo de Michel Temer está "ladeira abaixo".

Segundo pesquisa CUT/Vox Populi, divulgada nessa terça-feira (18), aumentou para para 34% o percentual dos brasileiros que pretendem votar em Lula para presidente, em 2018, na pesquisa estimulada de intenção de voto - em abril e junho, a intenção de voto em Lula era de 29%. 

Se concorrer à presidência da República em 2018, Lula ganhará de Aécio Neves/PSDB (15%), Marina Silva/Rede (11%), Jair Bolsonaro/PP (7%) e Ciro Gomes/PDT (5%). Se o PSDB trocar Aécio por Geraldo Alckmin, Lula ganha também – 35% contra 12%. 17% não declararam em quem vão votar e entraram na coluna de ninguém/branco ou nulo. Outros 10% não souberam ou não quiseram responder.

Lula atinge 28% na pesquisa de voto espontâneo para presidente em 2018. Nessa modalidade em que não é apresentado nenhum nome para os entrevistados, Aécio tem 6%, Alckmin tem 3%; Marina, 3%; Fernando Henrique (PSDB), 2%; Joaquim Barbosa (sem partido), 2%; Ciro Gomes, 1%; Luciana Genro (PSOL) e Eduardo Jorge (PV), 0%. 12% declararam que não vão votar em ninguém/branco ou nulo. E 35% não sabem ou não responderam.

Lula: o melhor presidente

42% dos entrevistados disseram que Lula foi o melhor presidente do Brasil, 19% não sabem ou não responderam, 12% acham que nenhum foi bom, 9% citaram outros, 2% apontam José Sarney e Dilma Rousseff e 1% Itamar Franco.

Lava Jato

Para 95% dos entrevistados ficaram sabendo que Lula foi indiciado pelos procuradores da Lava Jato.

Quanto à isenção dos procuradores, a pesquisa constatou que o Brasil está dividido. Para 41%, os procuradores sempre atacam Lula e os petistas, mas não fazem nada contra os políticos do PSDB e do governo Temer. Para 43%, esses procuradores são justos e tratam todos os políticos da mesma maneira. 16% não sabem ou não responderam.

*Com informações da CUT

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247