"Se Bolsonaro puder, vai arrebentar totalmente a democracia", diz Paulo Pimenta

Em entrevista à TV 247, o deputado Paulo Pimenta (PT-RS) explica por que defende a união de todos os partidos para derrotar o bolsonarismo na Câmara dos Deputados

Paulo Pimenta
Paulo Pimenta (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), em entrevista à TV 247 nesta sexta-feira (1), explicou por que defende a união dos partidos de esquerda com os de centro e centro-direita para a eleição do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara dos Deputados, com a finalidade de evitar a vitória do candidato de Jair Bolsonaro, Arthur Lira (PP-AL). 

Ciente das críticas acerca da aliança do PT e da esquerda com partidos que inclusive apoiaram e articularam o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff, Pimenta afirmou que o debate da união da esquerda com outros setores políticos para conter o avanço do fascismo não é novo. "Esse não é um debate novo na esquerda. A esquerda mundial rachou em 1923, fundaram uma nova Internacional Socialista. Qual era o grande debate na época? 'Nós devemos nos posicionar frontalmente contra o avanço do fascismo, contra o avanço do nazismo, mesmo que em trincheiras opostas para combater na mesma direção ou tanto faz?'. E na época a posição majoritária da esquerda internacional foi: 'gente, esse é um negócio das elites. Se vai ser o nazismo, se vai ser o nacional-socialismo, isso não nos diz respeito'. E foi assim o debate que aconteceu na Itália com o Mussolini, o debate que aconteceu na Alemanha. E qual foi o resultado disso do ponto de vista objetivo?".

Para o parlamentar, portanto, é necessário enxergar que Bolsonaro e a centro-direita são heterogêneos. Pimenta ainda cravou que Bolsonaro tem o claro objetivo, caso haja espaço, de romper com a democracia no Brasil. "Eu não acho que todo mundo é a mesma coisa nessa história, não acho que o Bolsonaro seja a mesma coisa que a centro-direita no Brasil. Eu estou convencido de que se o Bolsonaro puder, ele vai arrebentar a democracia totalmente. Custo a acreditar que ele vai aceitar o resultado de uma eleição na qual ele seja derrotado. Custo a acreditar. Olha o que o Trump fez, olha o discurso do Bolsonaro de que ele ganhou a eleição porque fez muito voto porque a urna eletrônica manipulou o resultado".

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247