Serraglio reassume mandato e tira o foro do homem da mala

Seu retono ao Congresso retira do cargo o suplente Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor especial de Temer flagrado pela Polícia Federal (PF) carregando uma mala com R$ 500 mil que, segundo investigações, foi enviada pelo empresário Joesley Batistas, dono do frigorífico JBS, como pagamento de propina

Temer Serraglio Rocha Loures
Temer Serraglio Rocha Loures (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Débora Brito – Repórter da Agência Brasil

O deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) reassumiu hoje (1º) seu mandato na Câmara dos Deputados. O cargo foi oficialmente retomado no fim da manhã com o protocolo na Secretaria-Geral da Mesa, pela assessoria do parlamentar, da documentação de sua exoneração do cargo de ministro da Justiça.

Serraglio volta à Câmara depois de recusar o convite do presidente Michel Temer para comandar o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU).

Seu retono ao Congresso retira do cargo o suplente Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor especial de Temer flagrado pela Polícia Federal (PF) carregando uma mala com R$ 500 mil que, segundo investigações, foi enviada pelo empresário Joesley Batistas, dono do frigorífico JBS, como pagamento de propina.

Com a perda do mandato Loures perde também o direito a foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal e deve responder às acusações na primeira instância.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247