STJ autoriza inquérito para investigar Richa

O ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça, autorizou abertura de inquérito contra o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), por supostos crimes citados em delação premiada da Odebrecht; o pedido foi feito pelo vice-procurador-geral da República José Bonifácio Andrada

Caldas Novas- GO- Brasil- 13/04/2015- O governador do Paraná, Beto Richa, durante visita do ministro da pesca e aquicultura, Helder barbalho. Foto: Orlando Kissner/ Fotos Públicas
Caldas Novas- GO- Brasil- 13/04/2015- O governador do Paraná, Beto Richa, durante visita do ministro da pesca e aquicultura, Helder barbalho. Foto: Orlando Kissner/ Fotos Públicas (Foto: Gisele Federicce)

Paraná 247 - O ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça, autorizou abertura de inquérito contra o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), por supostos crimes citados em delação premiada da Odebrecht.

O pedido foi feito pelo vice-procurador-geral da República José Bonifácio Andrada. O ministro determinou que a investigação corra sob sigilo, informa reportagem de Letícia Casado, da Folha de S.Paulo.

De acordo com os delatores Benedicto Júnior, conhecido como "BJ", e Valter Lana, ex-executivos da Odebrecht, houve pagamentos da construtora "a pretexto de campanhas" do governador "operacionalizados por diversas pessoas".

A denúncia foi encaminhada inicialmente ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, que depois enviou para o STJ, foro de investigação do governador. Richa diz que todas as contas de campanhas "tiveram a origem dos recursos declarada à Justiça Eleitoral".

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247