Vereador Renato Freitas, do PT, é preso em Curitiba e acusa PMs de racismo (vídeo)

O vereador de Curitiba Renato Freitas Junior (PT) foi preso na tarde desta sexta-feira (4) quando jogava basquete em uma praça da cidade. Segundo a Polícia Militar, o parlamentar foi detido por "perturbação do sossego"

www.brasil247.com - Renato Freitas Junior é a agredido
Renato Freitas Junior é a agredido


247 -  O vereador Renato Freitas Junior (PT-PR) foi preso pela polícia na tarde desta sexta-feira (4). O petista é advogado, mestre em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e estava com uma caixa de som em uma praça da cidade, jogando basquete, quando foi abordado pelos policiais militares, que logo anunciaram a sua prisão e a de seus amigos. 

O vereador relatou que policiais militares quebraram a caixa de som na qual ouvia música. “Essa é a cara de Curitiba. A cara do racismo“, disse Freitas. 

Após ser imobilizado por três policiais e arrastado, ele questionou o motivo da prisão e ouviu de um dos agentes: “Não sei”. Segundo a Polícia Militar, o parlamentar foi detido por "perturbação do sossego".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Freitas foi conduzido para a 1ª Companhia do 12º Batalhão da PM para assinar um termo circunstanciado. Segundo o sociólogo Emir Sader, o vereador curitibano foi libertado sem explicação nenhuma da razão da sua prisão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Veja:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email