ANS suspende até dezembro reajuste de preços de todos os planos de saúde

Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu nesta sexta-feira suspende o reajuste de preços dos planos de saúde no Brasil, devido à excepcionalidade dos efeitos da Covid-19

Fiocruz inaugura Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 no Rio 10 de agosto de 2020
Fiocruz inaugura Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 no Rio 10 de agosto de 2020 (Foto: Itamar Crispim/Fiocruz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO (Reuters) - A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) decidiu nesta sexta-feira suspender, de setembro para dezembro, o reajuste de preços dos planos de saúde no Brasil, devido à excepcionalidade dos efeitos da Covid-19.

A proposta do presidente substituto da agência, Rogério Scarabel Barbosa, foi aprovada pelo colegiado.

Barbosa argumentou que o reajuste “poderia sobrecarregar ainda mais o SUS (Sistema Único de Saúde)”. Segundo ele, a proposta levou em conta fatores como o fato de as operadoras de saúde terem até o início da pandemia os melhores indicadores da última década”, e que do ponto de vista financeiro, o setor está sólido.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247