Coletor menstrual: as mulheres querem saber mais sobre o produto

A novidade está despertando a curiosidade feminina sobre o artigo que pode ser opção aos absorventes tradicionais

Coletor menstrual e diferentes tipos de absorvente
Coletor menstrual e diferentes tipos de absorvente (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Nicola Ferreira, da Agência Einstein - Nos últimos meses, vem crescendo o interesse das mulheres em saber mais sobre o coletor menstrual, recipiente que armazena o resíduo menstrual e que substitui os absorventes tradicionais. De acordo com o Google Trends (ferramenta do Google que analisa a quantidade de vezes em que uma palavra foi pesquisada na plataforma), a pesquisa pelo termo dobrou em relação aos primeiros meses do ano. Nesse sistema, que vai de 0 a 100 sendo cem o pico de pesquisa, o termo está constantemente na casa dos 60 com ápices de 90 a cem. Antes de março, as buscas não passavam da casa dos 40. 

O número revela a medida da desinformação feminina a respeito da opção. “Muitas mulheres ainda não se sentem confortáveis em usar o coletor por não conhecerem o próprio corpo. Ainda permanece o tabu de que a mulher não pode se tocar”, afirma a uroginecologista Lilian Fiorelli, do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo. 

Mais ecológico do que os absorventes tradicionais, o coletor pode durar, se bem higienizado, quase dez anos. Além disso, sua colocação cria um vácuo no começo do colo do útero que impede vazamentos e a proliferação de bactérias. “O coletor pode ficar até 12 horas, só após esse período que o risco de entrada de bactérias aumenta. Nos absorventes intravaginais, esse tempo é de seis horas”, complementa Lilian. 

As principais dúvidas sobre o coletor 

Há restrições de uso? Como higienizar? Posso praticar esportes? Essas são algumas das perguntas que muitas mulheres fazem antes de adquirir um coletor menstrual. Antes de comprar é importante ficar atenta às seguintes informações: 

  • Há alguma restrição de uso? 

Mulheres que não tiveram relação sexual, que sentem dor na penetração e que estão com alguma infecção (como candidíase) devem evitar o uso  

  • Preciso ir ao ginecologista para colocar? 

Não é necessário. Mas o profissional pode ajudar a mostrar como ele é colocado, retirado e indicar qual o melhor coletor para cada caso 

  • Como deve ser feita a higienização? 

A limpeza deve ser feita de duas formas: no início e fim do ciclo deve-se colocá-lo em um copo com água fervente por cinco minutos. Durante o ciclo é necessário fazer uma limpeza com água e sabão antes de inseri-lo e depois de tirá-lo 

  • Posso praticar esporte? 

É permitida a realização de qualquer esporte, inclusive os aquáticos. Devido ao vácuo ser muito forte, dificilmente ele sairá ou ocorrerá vazamentos. 

  • Posso utilizar enquanto uso o DIU? 

É possível o uso de ambos ao mesmo tempo já que não há a possibilidade de o coletor mover o DIU de posição

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247