Governo lança programa em defesa das vacinas e de combate à desinformação

Foram identificados conteúdos com fake news que tiveram um impacto em mais de 23 milhões de pessoas

Nísia Trindade
Nísia Trindade (Foto: Paulo Pinto/Agência Brasil)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O governo federal lançou nesta terça-feira (24) o programa Saúde com Ciência, em defesa da vacinação e voltado ao enfrentamento da desinformação. Foram identificados mais de 6,8 mil conteúdos com desinformação sobre vacinas em canais públicos entre julho e setembro deste ano. O número representou um impacto de mais de 23,3 milhões de pessoas. 

A pasta listou seis fake news principais. Uma é que vacinas contra Covid-19 são experimentos e não têm comprovação científica. A segunda notícia falsa é a de que vacinas contra Covid-19 são experimentos e não têm comprovação científica. Uma terceira informação não verdadeira é a de que vacina de Covid-19 causa modificações na corrente sanguínea ou no DNA.

continua após o anúncio

O ministério apontou mais três notícias falsas - após aplicação das vacinas, a população passa a ter um chip no corpo; número de mortes por Covid-19 foi falsificado para assustar a população e aplicar vacina experimental; e teorias da conspiração sobre Bill Gates e uma suposta dominação mundial por meio do uso de vacinas.

Alertas e análises sobre desinformações identificadas serão publicados no portal do Saúde com Ciência, redes sociais do Governo Federal e em plataformas de mensagens, como WhatsApp. Pelo www.gov.br/saudecomciencia, a população brasileira terá disponível informações confiáveis sobre vacinação e as fake news que circulam na internet. Esses conteúdos podem ser facilmente compartilhados pela audiência, criando uma rede de informações confiáveis.

continua após o anúncio

Será possível também, por meio de um formulário, enviar informações duvidosas para que a equipe do Ministério da Saúde possa responder em seus canais. O site traz ainda um passo a passo sobre como cada um pode denunciar, nos canais oficiais das plataformas digitais, os conteúdos enganosos, contribuindo para reduzir a sua disseminação na internet.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247