Neuralink, de Musk, obtém aprovação de agência dos EUA para estudo de implantes cerebrais em humanos

Musk previu que sua empresa de dispositivos médicos logo iniciaria testes l para tratar condições intratáveis, como paralisia e cegueira

Elon Musk
Elon Musk (Foto: Carina Johansen / NTB via REUTERS)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

(Reuters) – A Neuralink, empresa de implantes cerebrais de Elon Musk, disse nesta quinta-feira que recebeu a aprovação da Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos para iniciar o primeiro estudo clínico em humanos.

Em pelo menos quatro ocasiões desde 2019, Musk previu que sua empresa de dispositivos médicos logo iniciaria testes em humanos de um implante cerebral para tratar condições intratáveis, como paralisia e cegueira.

continua após o anúncio

No entanto, a empresa, fundada em 2016, não buscou permissão da FDA até o início de 2022 -- e a agência rejeitou o pedido, conforme relatado por sete atuais e ex-funcionários à Reuters em março.

Em um tuíte nesta quinta-feira, a Neuralink disse que a empresa ainda não está aberta para um ensaio clínico.

continua após o anúncio

"Este é o resultado de um trabalho incrível da equipe Neuralink em estreita colaboração com a FDA, e representa um primeiro passo importante que um dia permitirá que nossa tecnologia ajude muitas pessoas", disse a Neuralink em um tuíte nesta quinta-feira.

A Neuralink está desenvolvendo um implante cerebral que espera ajudar pessoas paralisadas a andar novamente e curar outras doenças neurológicas.

continua após o anúncio

A FDA dos EUA não respondeu imediatamente ao pedido de comentário da Reuters.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247