A hora e a vez da jaca

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Há uns meses eu escrevi aqui neste espaço a experiência de ter provado, pela primeira vez, um estrogonofe de jaca, feito pela minha amiga Rosa Geszti.

Recentemente, fui surpreendido por uma saborosa moqueca de jaca, produção de minha mulher Tetê (Teresa da Silva Nabuco), cozinheira de mão cheia.

A jaca está sendo (re)descoberta pela culinária. Versátil, tem um sabor quase neutro, pegando o gosto dos ingredientes que formam o prato.

A chef Lulu Graciosa, de Valença (RJ), por exemplo, incorporou a jaca nas suas marmitinhas saudáveis. Entre outros pratos, ela produz jacalhoada, fricassé de jaca, escondidinho de aipim com jaca, batata recheada com jaca ao molho madeira e moqueca de jaca.

“A carne de jaca é tirada com a fruta ainda verde”, explica Lulu. “A jaca é ótima para a saúde óssea, capilar, acuidade visual e do sistema respiratório. Além disso, auxilia o sistema intestinal e imunológico e previne o envelhecimento celular. E por ser um alimento antioxidante, rico em fibras e com baixo valor calórico, ajuda a emagrecer, diz.

E onde conseguir a “carne” de jaca?

A Rosa, por exemplo, quando precisa de jaca pede a ajuda de um porteiro amigo, na sua rua no Jardim Botânico, Rio, e retira direto do pé, preparando ela mesmo a carne.

Nativa da Ásia, a jaca se adaptou muito bem no Rio de Janeiro, cidade onde há jaqueiras espalhadas por praticamente todos os bairros. Eu mesmo morei numa rua do Alto Leblon onde havia duas enormes jaqueiras, sempre carregada de frutas.

Também pode ser encontrada em alguns mercados de frutas, legumes e verduras, os chamados hortifrutis, e feiras, principalmente as orgânicas.

Mão na jaca

Para fazer a sua moqueca, Tetê comprou a dela com o pessoal do Mão na Jaca, um projeto de permacultura que fica no bairro de Laranjeiras e que vende por R$ 24 o saco de jaca desfiada (congelada) de 500g e por R$ 40 o saco com um quilo. Eles também vendem o shake de jaca (polpa de jaca doce), por R$ 8 o pacote com 250g. Na apresentação do projeto no site (www.maonajaca.com) lê-se que “o Mão na Jaca se propõe a vender a jaca verde já beneficiada e pronta para a sua panela e aproveitar o enorme potencial alimentar das jaqueiras da nossa cidade”, no caso o Rio de Janeiro.

No site você encontra várias receitas com a jaca.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email