De onde menos se espera, daí é que não sai nada

www.brasil247.com - Laura e Jair Bolsonaro
Laura e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)


Chegando ao final do Festival de besteiras que assola o país, versão 2021, eis que o noticiário é inundado por declarações de pessoas que se mostram “arrependidas” com decisões que tomaram e que, apesar dos incessantes e recorrentes avisos, seguiram em frente. E seguiram em frente, pois queriam, pois lhes era bastante conveniente tomar parte no banquete ao qual, como prática histórica da casa grande, nenhum pobre tomaria assento.

E assim sendo, a elite do atraso convenceu boa parte da população a não olhar para cima e seguir, com seus antolhos, mirando somente aquilo que queria que fosse visto, evitando que se distraísse ou saísse do caminho que lhe fora pré-determinado. Agora, como se demonstrasse surpresa, há gente dizendo que não se podia imaginar que o estorvo que finge comandar o país seria o que é. Nada além de falácia! Este tipo de argumento não se sustenta, uma vez que o sujeito em questão jamais escondeu o que era, o que defendia e quais seus objetivos na política. Era conveniente, no entanto, para o bem dos senhores e senhoras que mandam e desmandam no Brasil, que fosse posto em prática o grande acordo nacional. Os resultados estão aí. E as digitais daqueles que nada imaginavam (pobres inocentes!), dos isentões e dos fascistas em geral estão por toda parte.

Por sua vez, aquele senhor da família “spatula querquedula”, sempre que abre o bico cria novas provas contra si (logo ele, que não gosta de provas!). E não é que numa das suas mais recentes patacoadas o sujeito assumiu que instrumentalizou o judiciário e parte do Ministério Público, para perseguir o Partido dos Trabalhadores (quem imaginaria isso?)! E o que vai acontecer com ele, com os filhos de Januário e com aquele senhor que leu 250 mil páginas do processo do Lula em seis dias, ou seja, duas mil páginas por hora? A resposta, meu amigo, não está soprando no vento, pois seria muito subjetivo afirmar tal coisa. A resposta é objetiva por demais: não acontecerá absolutamente nada! Contudo, aos que roubam um chocolatezinho, um chiclete que seja; a mão pesada da justiça brasileira age sem dó nem piedade, e ignora até o princípio da insignificância, afinal “a lei é para todos”. E a cara de quem condena alguém por isso nem enrubesce. Se duvidar dorme o sono dos anjos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enquanto você lê este artigo, prezade leitore do Brasil 247, a situação da Bahia continua das mais graves e, continuando a chover, em breve outros estados estarão, infelizmente, em situação semelhante. Mas quem imaginaria que enquanto o estado de calamidade avança, o excelentíssimo senhor presidente estaria pescando, torcendo para não ter que voltar antes do fim das suas tão sonhadas férias? Uma ou outra pessoa ainda se choca com a inação do Governo Federal frente à tamanha tragédia, imenso caos, como se o modus operandi não fosse o mesmo que levou mais de 600 mil pessoas à morte por Covid-19, quando já havia vacina disponível, e promete fazer o mesmo com as crianças brasileiras.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Não sabem” elas que, como diz uma das máximas do Barão de Itararé: “De onde menos se espera, daí é que não sai nada”. Para surpresa de zero pessoas, não é que o mandatário brasileiro recusou a ajuda humanitária que a Argentina ofereceu à Bahia! E assim, seguimos, reféns do absurdo, por entre as ruínas daquilo que já foi uma promissora nação. Que o novo ano chegue e passe rápido, pois há muito a ser reconstruído. Evoé, 2022!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email