Na mira da PF, Helder Barbalho diz estar "tranquilo" sobre investigação

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), também afirmou que não é amigo do empresário alvo da investigação que apura fraudes na compra de respiradores. "Esclareço que não sou amigo do empresário e, obviamente, não sabia que os respiradores não funcionariam", disse

Helder Barbalho
Helder Barbalho (Foto: Ag. Pará)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), afirmou estar "tranquilo e à disposição", após a Polícia Federal deflagrar uma operação com o objetivo de apurar supostas fraudes na compra de respiradores pulmonares.

"Agi a tempo de evitar danos ao erário público, já que os recursos foram devolvidos aos cofres do estado", disse o governador. "Por minha determinação, o pagamento de outros equipamentos para a mesma empresa está bloqueado e o governo entrou na Justiça pleiteando indenização por danos morais coletivos contra os fornecedores", continuou.

O chefe do Executivo também afirmou que não é amigo do empresário alvo da investigação. "Esclareço que não sou amigo do empresário e, obviamente, não sabia que os respiradores não funcionariam", disse. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247