Após provocar aglomeração em Belém, loja da Havan é fechada e multada por crime contra a saúde

A Polícia Civil do Pará informou que o representante do estabelecimento será intimado para prestar esclarecimentos e autuado por crime Contra a Saúde Pública

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Repetindo o desrespeito às medidas sanitárias cometidas em outras cidades, a inauguração de uma loja Havan em Belém, capital do Pará, provocou aglomeração na manhã deste sábado (10). O local foi fechado pela Polícia e o representante foi conduzido à Seccional da Marambaia para prestar depoimentos.

Uma multidão aguardava na porta do estabelecimento, localizado na Avenida Augusto Montenegro. A Secretaria de Estado de Saúde Pública informou que uma equipe da Vigilância Sanitária esteve no estabelecimento que foi autuado pelo não cumprimento das regras de distanciamento social previstas pela Organização Mundial de Saúde.

A Polícia Civil do Pará esclareceu que o representante do estabelecimento será intimado para prestar esclarecimentos e autuado por crime Contra a Saúde Pública, de acordo com o artigo 268 do Código Penal Brasileiro, cuja pena varia entre 01 mês e 01 ano de detenção, além de multa.

Nas redes sociais, vídeo mostravam o tumulto e aglomeração na entrada em que muitas pessoas compareceram sem máscara.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247