Assessor de Bolsonaro usa mais uma vez slogan nazista e é criticado pela comunidade judaica

Em apoio a Steve Bannon, o assessor especial da Presidência, Filipe G. Martins escreveu: “que odeiem, desde que temam”. O lema era usado por um grupo neonazista

Filipe Martins
Filipe Martins (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O grupo Judeus pela Democracia denunciou neste sábado (22) pelo Twitter o uso de um lema nazista pelo assessor especial da Presidência, Filipe G. Martins, que, em apoio a Steve Bannon, declarou: “que odeiem, desde que temam".

A frase, segundo a entidade judaica, "é lema do infame grupo neonazi Combat 18".

Filipe G. Martins é seguidor dos ideólogos da extrema direita Olavo de Carvalho e Steve Bannon. Nesta semana, Bannon foi preso a bordo de um iate de US$ 28 milhões pertencente ao bilionário chinês Guo Wengui e solto após pagar fiança de US$ 5 milhões.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email