"Assustadora", diz Celso Amorim sobre manobra com tanques militares na Esplanada

Para o ex-chanceler Celso Amorim, Bolsonaro avalia que pode não sobreviver politicamente até 2022 e pode tentar um golpe antes

www.brasil247.com -
(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | Alexandre Manfrim | ABr)


247 - O embaixador Celso Amorim, ex-chanceler e ex-ministro da Defesa, viu com preocupação e classificou como "assustadora" a participação de Jair Bolsonaro nesta terça-feira (10) em um comboio militar - formado por veículos blindados, tanques e lança-mísseis - que atravessará a Esplanada dos Ministérios e estacionará em frente ao Palácio do Planalto.

Para Amorim, a estratégia indica que Bolsonaro quer tentar o golpe antes das eleições de 2022. "Antes, ele estava pensando em evitar o impeachment, ir até 2022, acusar a eleição de fraude e, com isso, conseguir ganhar no tapetão. Ele está percebendo que talvez não dê para chegar em 2022. Então acho que ele talvez vá tentar um golpe antes, coisa que eu não achava que acontecesse. Acho que há uma inflexão", afirmou Amorim durante entrevista ao jornalista Leonardo Attuch, na TV 247.  

O treinamento militar ocorre no dia em que a Câmara irá votar a PEC do voto impresso. O ato envolverá 2,5 mil militares e contará com a participação de carros de combate, aeronaves, veículos anfíbios e de artilharia, além de lançadores de foguetes. pela primeira vez, a operação contará com a participação do Exército e da Aeronáutica. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email