Bolsonaro compartilha vídeo em que prefeito defende tratamento precoce contra a Covid-19

"Permita que os médicos que querem fazer o tratamento precoce façam", disse o prefeito de Chapecó (SC), João Rodrigues (PSD), em vídeo compartilhado por Jair Bolsonaro no Twitter. Associação Médica Brasileira (AMB) já manifestou posição contrária à recomendação de remédios sem comprovação científica nos cuidados de pacientes diagnosticados com a Covid-19

Entidades médicas já pediram o banimento de remédios sem eficácia contra Covid, como a cloroquina e ivermectina
Entidades médicas já pediram o banimento de remédios sem eficácia contra Covid, como a cloroquina e ivermectina (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro compartilhou em redes sociais, nesta segunda-feira (5), um vídeo em que o prefeito de Chapecó (SC), João Rodrigues (PSD), defendeu o tratamento precoce contra a Covid-19, com o uso de remédios sem eficácia comprovada.

"Não tenham medo, tratem os pacientes com tudo o que é possível", disse o prefeito. "Pela ciência também, claro que sim, mas permita que os médicos que querem fazer o tratamento precoce façam. Isso que fizemos em Chapecó. Um laboratório específico só para tratamento precoce", complementou.

O prefeito ainda criticou o isolamento social. "Vamos voltar à nossa normalidade, trabalhar. A economia não pode parar", disse. 

"Ouçam o prefeito de Chapecó", disse Bolsonaro, ao compartilhar o vídeo.

Associação é contra

Em março, o médico César Eduardo Fernandes, presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), disse que a autonomia do médico não lhe dá o direito de prescrever remédios ineficazes

De acordo com dirigente, se pacientes receberem uma receita com os medicamentos do "kit", vale buscar uma segunda opinião.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email