Bolsonaro diz ao povo brasileiro, depois das 1.452 mortes de quinta: 'não adianta ficar em casa chorando'

"Não adianta ficar em casa chorando, não vai chegar a lugar nenhum", afirmou Jair Bolsonaro na live desta quinta-feira, dia em que o país registrou 1.452 óbitos, o maior número de 2021 e o terceiro maior de toda a pandemia, com uma morte por minuto

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução (Youtube))
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - "Não adianta ficar em casa chorando, não vai chegar a lugar nenhum", disse Jair Bolsonaro ele em sua live semanal, transmitida nessa quinta-feira (11), quando o país registrou 1.452 óbitos, o maior número de 2021 e o terceiro maior de toda a pandemia, com uma morte por minuto

Bolsonaro também defendeu o uso de medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento contra a Covid-19. "Tem muito médico que usa a hidroxicloroquina, a ivermectina para o tratamento precoce", disse.

A declaração é mais uma tentativa de amenizar os efeitos da pandemia no Brasil, o terceiro país com o maior número de casos da Covid-19 (9,7 milhões). A transmissão do coronavírus no País continua sem controle, de acordo com o Imperial College de Londres

PUBLICIDADE

A universidade britânica informou que o Rt brasileiro varia entre 0,91 até 1,05. Quando está acima de 1, os números indicam que o vírus continua avançando sem controle.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email