Bolsonaro diz que há "propaganda muito forte" em cima da Covid-19

Jair Bolsonaro demonstrou mais uma vez uma postura não compatível com o cargo que ocupa em um País que assegura a terceira posição no ranking mundial de confirmações da Covid-19. "No meu entender, houve uma propaganda muito forte em cima disso", disse

(Foto: Carolina Antunes/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro afirmou que houve uma "propaganda muito forte em cima" do novo coronavírus, que teria levado um "pavor para o seio da família brasileira". 

"No meu entender, houve uma propaganda muito forte em cima disso. Trouxe o pavor para o seio da família brasileira. E obviamente nós sabemos da gravidade das pessoas idosas e daqueles que têm algumas doenças, uma vez sendo acometido pelo vírus", afirmou ele, nesta quinta-feira (21), durante videoconferência com lideranças católicas.

Bolsonaro já havia classificado a Covid-19 como uma "gripezinha" e também violou recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) ao comparecer a manifestações de rua - aglomerações fazem aumentar a propagação do coronavírus. Atendendo ao lobby empresarial, Bolsonaro também pediu a reabertura de algumas atividades econômicas

Além do Pesquisa realizada pelo instituto Ipespe para a corretora XP Investimentos, divulgada nesta quarta-feira (20), mostra que a aprovação de Jair Bolsonaro segue despencando à medida em que aumenta o número de mortes pela pandemia do novo coronavírus.

Segundo a pesquisa realizada pelo instituto Ipespe para a corretora XP Investimentos, o percentual de brasileiros que consideram o governo Jair Bolsonaro ruim ou péssimo subiu de 42% para 50% entre 24 de abril e 20 de maio. Somando os quesitos "ótimo" e "bom", o percentual chega apenas à metade (25%). 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email