Bolsonaro e bolsonaristas silenciam sobre tentativa de golpe de Trump

Nem Bolsonaro nem seus filhos nem os parlamentares bolsonaristas manifestatam-se sobre a tentativa de golpe de Trump. Eduardo está nos EUA, onde visitou Trump na segunda, na Casa Branca

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o presidente dos EUA, Donald Trump, durante uma entrevista coletiva no Rose Garden da Casa Branca, em Washington (EUA)
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o presidente dos EUA, Donald Trump, durante uma entrevista coletiva no Rose Garden da Casa Branca, em Washington (EUA) (Foto: Reuters/Kevin Lamarque)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Silêncio total nas hostes bolsonaristas sobre a invasão do Congresso dos EUA pelos trumpistas e a tentativa de golpe comandada pelo próprio Donald Trump. Nem Jair Bolsonaro nem seus filhos nem os líderes da extrema direita brasileira, normalmente bastante ativos nas redes sociais, ninguém falou nada.

Eduardo Bolsonaro, que  está nos Estados Unidos e visitou a Casa Branca nesta segunda (4), a convite de Ivanka Trump, não se manifestou. Eduardo é presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara.Ele é amigo de Ivanka, que, em meio à invasão do Congresso, disse que os ativistas de extrema direita seriam “patriotas”.

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) não se manifestaram.

Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores, também silenciou.

Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-SP), Daniel Silveira (PSL-RJ), Caroline De Toni (PSL-SC) e Filipe Barros (PSL-PR) não trataram do tema em suas redes sociais até o final da tarde desta quarta-feira (6). Alguns deles, como Silveira, vinham encampando a narrativa de que a eleição norte-americana havia sido fraudada para dar vitória a Biden, informa o Painel, da Folha de S.Paulo

Abraham Weintraub, que mora nos Estados Unidos após ter sido indicado para cargo no Banco Mundial por Bolsonaro, comentou uma nomeação feita por Damares Alves, mas nada sobre a invasão do Congresso.

Assessor para Assuntos Internacionais do governo Bolsonaro, Filipe Martins postou meme em que insinua que o brasileiro é triste por não acontecerem eventos como o desta quarta-feira (6) em Washington, mas nada escreveu.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247