Bolsonaro promete pastor para 2ª vaga no STF: “imaginemos as sessões começarem com uma oração”

A uma plateia de fiéis evangélicos, durante um culto em São Paulo, Jair Bolsonaro prometeu não apenas um “terrivelmente evangélico” para a segunda indicação que ele fará ao Supremo. “Se Deus quiser nós teremos lá um pastor”

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega - PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Durante um culto da Assembleia de Deus em São Paulo, Jair Bolsonaro prometeu nesta segunda-feira (5) um pastor para a segunda indicação que fará ao Supremo Tribunal Federal. A vaga será aberta no ano que vem, com a aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello.

“A segunda vaga, com toda a certeza, mais do que um terrivelmente evangélico, se Deus quiser nós teremos lá um pastor”, afirmou. “Imaginemos as sessões daquele Supremo Tribunal Federal começarem com uma oração”, completou, segundo reportagem da Folha de S.Paulo.

Bolsonaro foi alvo de críticas de seus apoiadores depois de ter prometido um “terrivelmente evangélico” e indicado um nome - o desembargador Kassio Nunes - articulado com o Centrão para ocupar a primeira vaga, aberta com a saída de Celso de Mello, que se aposenta este mês.

Um dos irritados com a indicação de Kassio Nunes foi o pastor Silas Malafaia, que disparou críticas públicas ao presidente. Bolsonaro rebateu o pastor no mesmo tom: “ainda diz que tem Deus no coração”. Já a Igreja Universal, do bispo Edir Macedo, apoiou a indicação.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247