Igreja Universal, de Edir Macedo, apoia indicação de Kássio Nunes ao STF e isola Malafaia

Entre os evangélicos, Silas Malafaia ficou isolado, uma vez que Márcio Feliciano também apoiou a indicação

(Foto: Alan Santos/Presidência da República/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Igreja Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo, apoia a indicação de Jair Bolsonaro do desembargador Kassio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF), conforme noticiou a jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

A Universal diz que a indicação do desembargador federal "pode representar um acréscimo à nossa Suprema Corte, sempre no caminho do desejável equilíbrio que toda a sociedade brasileira demanda e espera do Poder Judiciário".

De acordo com texto publicado pela igreja, "os bispos, pastores e os sete milhões de fiéis e simpatizantes da Universal do Brasil têm a expectativa de que o nome escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro, e que ainda será submetido à aprovação do Senado Federal, saberá honrar a cadeira que ocupará no STF, em benefício de um país e de uma Justiça menos desiguais, como determina a Constituição Federal".

Assim, entre os evangélicos, Silas Malafaia ficou isolado, uma vez que Márcio Feliciano também apoiou a indicação. Desde a indicação de Kassio, Malafaia vem realizando críticas contra Bolsonaro. Disse que o ato foi “absurdo e vergonhoso” e que Kássio é “petrallha e amigo da Dilma” e possui ideais “socialistas”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247