Brasil registra recorde de 614 mortes em 24 horas e Teich fala em “lockdown”

Número de óbitos em um dia é o maior desde o início da pandemia, levando para um total de 8.535 mortes e 125.096 casos confirmados. “Vai ter lugar em que o lockdown é necessário, vai ter lugar em que eu vou poder pensar em flexibilização”, disse o ministro da Saúde, Nelson Teich

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Brasil registrou nas últimas 24 horas 614 mortes por Covid-19, o maior número diário desde o início da pandemia. O total de óbitos no país subiu para 8.535, com 125.096 casos confirmados, de acordo com o boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira 6.

Em coletiva de imprensa, o ministro da Saúde, Nelson Teich, pela primeira vez falou em lockdown, isolamento social com regras mais restritas, hoje praticado apenas na região de São Luís, no Maranhão, nos quatro municípios que formam a Grande Ilha.

“Vai ter lugar em que o lockdown é necessário, vai ter lugar em que eu vou poder pensar em flexibilização. O que eu preciso é que a gente pare de tratar isso de uma forma radical, até pra que a gente tenha a tranquilidade de poder implementar as medidas em cada lugar do país onde a melhor coisa vai ser feita naquela situação”, disse Teich.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247