CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Celular da namorada de Filipe Martins revela documentos pressionando Forças Armadas, segundo a PF

Anelise Hauagge, namorada de Martins, ocupou um cargo comissionado no Ministério das Comunicações de janeiro de 2021 a janeiro de 2023 e não é investigada

Filipe Martins e namorada (Foto: Divulgação/Instagram)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Durante a operação Tempus Veritatis realizada em 8 de fevereiro pela Polícia Federal, que resultou na prisão de Filipe Martins, ex-assessor da Presidência no governo Jair Bolsonaro, uma descoberta significativa foi feita no celular de Anelise Hauagge, namorada de Martins.

Segundo informações da revista Veja, Anelise, que ocupou um cargo comissionado no Ministério das Comunicações de janeiro de 2021 a janeiro de 2023 e não é investigada, possuía em seu aparelho uma série de materiais e documentos que lançavam dúvidas sobre o processo eleitoral brasileiro, exerciam pressão sobre as Forças Armadas e continham informações sobre adversários políticos, como o deputado federal André Janones (Avante-MG).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os agentes da PF, ao analisarem preliminarmente o aparelho durante as buscas, registraram o encontro destes documentos que incluíam comentários sobre o artigo da Constituição que autoriza o uso de militares.

Filipe Martins, que ganhou notoriedade em março de 2021 ao fazer um gesto associado a grupos supremacistas durante uma transmissão da TV Senado, está sob investigação por participar de uma organização criminosa visando um golpe de Estado para manter Bolsonaro no poder. De acordo com a delação de Mauro Cid, ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, Martins teria entregado ao ex-mandatário uma minuta de decreto golpista após as eleições de 2022, ganhas pelo presidente Lula. As investigações apontam que uma reunião decisiva ocorreu no Palácio do Alvorada, onde Martins apresentou o documento a Bolsonaro.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando os comentários...
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO