Cresce pressão para demissão de ministro Ramos, da Secretaria de Governo

Críticas de Salles (Meio Ambiente) e filhos de Bolsonaro visam desgastar Ramos para que general seja incluído na “minireforma” ministerial prevista para fevereiro

General Ramos e Ricardo Salles
General Ramos e Ricardo Salles (Foto: PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

DCM - A posição do ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, é incerta após críticas de Ricardo Salles (Meio Ambiente) e dos filhos de Bolsonaro ao ministro. Na última sexta-feira (23), Salles chamou Ramos de “Maria fofoca”, após artigo do Globo dizendo que o primeiro estaria insatisfeito com a ala militar do governo, que restringiu recursos que estariam disponíveis ao IBAMA.

Como apontado no DCM, a decisão de Salles de tornar público o embate, segundo assessores palacianos, busca tentar acelerar o desgaste de Ramos para que seja possível convencer Bolsonaro a incluir o general na minirreforma ministerial programada para fevereiro, efetuando assim uma troca na articulação política do governo. 

Leia a íntegra no DCM.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247