Em 2019, Delgatti tentou invadir o celular de Alexandre de Moraes

O hacker Walter Delgatti Neto teve um encontro com a equipe de Jair Bolsonaro, crítico ao ministro do STF, e pode trabalhar na campanha do candidato à reeleição

www.brasil247.com - Alexandre de Moraes e Walter Delgatti
Alexandre de Moraes e Walter Delgatti (Foto: Nelson Jr./SCO/STF | Reprodução)


247 - O hacker Walter Delgatti Neto e outros colegas tentaram acessar o Telegram do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes entre o fim de abril e o início de maio de 2019, de acordo com informações do jornal O Estado de S.Paulo e reproduzidas pela IstoÉ, em junho daquele ano. 

Aliada de Jair Bolsonaro (PL), a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) postou na última quarta-feira (10) uma foto dela com Delgatti, que também acessou e revelou conversas com várias ilegalidades cometidas pelo ex-juiz declarado parcial pelo STF Sergio Moro e procuradores do Ministério Público Federal no Paraná (MPF-PR). O advogado Ariovaldo Moreira defende Delgatti e confirmou o encontro do hacker com a campanha de Bolsonaro

Bolsonaro faz críticas a ministros do STF e um deles é Alexandre de Moraes, relator do inquérito que apura um esquema criminoso de fake news. O ocupante do Planalto e outros aliados são investigados. 

No mês passado, Bolsonaro acusou Moraes de fazer uma "covardia" ao pedir que o ocupante do Planalto se pronuncie sobre discursos de ódio. Em abril, o chefe do Executivo desafiou o ministro a prendê-lo. Em março, o candidato à reeleição criticou a decisão do ministro de mandar bloquear o Telegram no Brasil até que o aplicativo cumprisse algumas determinações judiciais. 

Bolsonaro tenta passar à sociedade a mensagem de que o Poder Judiciário atrapalha o governo dele. O chefe do Executivo também defende a participação das Forças Armadas na apuração do resultado das próximas eleições. Partidos de oposição denunciam que o ocupante do Planalto pode tentar um golpe se for derrotado em outubro.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email