Freixo sobre flexibilização das armas: Bolsonaro arma apoiadores para dar um golpe

Segundo o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL), “Bolsonaro está armando seus apoiadores para ameaçar as instituições”. “O golpe está em curso”, afirmou

(Foto: ABr | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A oposição a Jair Bolsonaro criticou a flexibilização do porte de armas e munições para civis decretada pelo governo federal. Nas redes sociais, o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) afirmou que “a política armamentista do presidente não é apenas sobre insegurança pública, é sobre democracia”.

Segundo ele, “Bolsonaro está armando seus apoiadores para ameaçar as instituições”. “O golpe está em curso”, reforçou.

Ele ainda destacou que “o Brasil precisa de vacina, auxílio emergencial e emprego, mas a prioridade do presidente da República é liberar e acabar com o controle sobre armas e munições. O crime organizado agradece”.

Mais cedo, o deputado afirmou que estava buscando anular os 4 novos decretos do governo. Ele anunciou projetos que serão incluídos numa Ação direta de inconstitucionalidade (ADI) que protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF).

Jair Bolsonaro editou uma série de normas com o objetivo de aumentar o limite para aquisição de armamentos e munições. A nova leva de flexibilizações, publicada às vésperas do feriado de Carnaval, trouxe um decreto que atualiza a lista de Produtos Controlados pelo Comando do Exército. 

De acordo com a proposta, deixam de fazer parte dessa categoria os projéteis de munição para armas de porte ou portáteis, até ao calibre 12,7 mm, armas anteriores a 1900 e acessórios como miras telescópicas, entre outros.

O governo Bolsonaro passou de quatro para seis o limite de armas de fogo de uso permitido que um cidadão autorizado pode adquirir.

Segundo o Palácio do Planalto, o pacote de novos decretos tem por objetivo "desburocratizar procedimentos e aumentar a clareza das normas que regem a posse e porte de armas de fogo e a atividade dos colecionadores, atiradores e caçadores".

Veja a repercussão de outros políticos de oposição:

 

 

 

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email