Governo Bolsonaro articula pedido de impeachment de Barroso

Em um contra-ataque do governo Jair Bolsonaro, o senador Carlos Viana começou a recolher assinaturas visando o impeachment do ministro do STF Luís Roberto Barroso, que determinou que o Senado instale a CPI da Pandemia

www.brasil247.com -


247 -  Em um contra-ataque do governo Jair Bolsonaro, o senador Carlos Viana (PSD-MG) começou a recolher assinaturas para protocolar um pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso. Movimentação acontece um dia após o magistrado determinar que o Senado instale a CPI da Pandemia, para apurar supostos crimes e omissões do governo federal no enfrentamento à Covid-19. Segundo ele, Barroso interferiu de maneira indevida nas atribuições de outro Poder.

“Sou a favor que essa decisão do ministro Barroso seja alvo de uma investigação pelo Senado, que nós questionemos a Casa se, de fato, ela tem vigência legal. Se chegarmos a conclusão que não embasamento da constituição, ao meu ver, é hora de darmos, quem sabe, o primeiro impeachment de um ministro do Supremo. Está na hora da gente começar a encarar”, disse Viana em entrevista à rádio Jovem Pan, nesta sexta-feira (9). 

De acordo com o parlamentar, o STF vem tomando decisões que atropelam a Constituição. “São várias situações que o Supremo tem tomado decisões além do que diz a Constituição. Precisamos devolver e retomar o equilíbrio constitucional. Um dos primeiros passos, ao meu ver,  é discutir uma resposta firme, uma resposta institucional como senadores dentro do que está previsto na nossa Constituição para não tornar uma situação pior do que o Supremo está querendo”, disse. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a legislação que trata do impeachment, a decisão de acatar ou não um pedido do gênero compete exclusivamente ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais cedo, Jair Bolsonaro fez duros ataques contra Barroso, a quem acusou de fazer “politicalha” com a decisão e de praticar “ativismo judicial”. Ainda segundo ele, Barroso teria feito uma "jogadinha casada" com os senadores da oposição para "desgastar o governo”.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email