Governo Bolsonaro finalmente entrega ao STF vídeo de reunião ministerial

A Advocacia Geral da União cumpriu a decisão do ministro Celso de Mello, do STF, e entregou o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, em que Bolsonaro ameaça demitir Sérgio Moro se não permitir interferência na PF. Na mesma reunão, o ministro Abraham Weintraub disse que o Supremo é composto por 11 filihos da p***

(Foto: PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Advocacia Geral da União (AGU) cumpriu a decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), e entregou às 17h desta sexta-feira, 8, o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril. A informação foi divulgada pela CNN Brasil

O ministro Celso de Mello informou que decretou sigilo das informações apresentadas até manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR). “Determino que incida, em caráter temporário, a nota de sigilo sobre o HD externo encaminhado a esta Corte, no dia de hoje, pelo senhor Advogado-Geral da União”, disse o decano do STF.

No vídeo, denunciado pela primeira vez pelo ex-ministro da Justiça ao pedir demissão do governo, Bolsonaro ameaça demitir Moro se não permitir interferência na Polícia Federal. Na mesma reunão, o ministro Abraham Weintraub disse que o Supremo é composto por 11 filihos da puta

Na mesma reunião, Jair Bolsonaro atacou a China, maior parceiro comercial do Brasil. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247