Brasil

Governo Lula opta por Telebras para conectar escolas remotas à internet e dispensa Starlink de Musk

Starlink é a única empresa com uma constelação de 5.402 satélites capaz de fornecer esse serviço

Lula e Elon Musk (Foto: Reuters)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 — O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) optou pela estatal Telebras para implementar um sistema de acesso à internet via satélite, ao invés da Starlink, empresa do bilionário Elon Musk. A medida visa conectar 138 mil escolas públicas do país, tendo como foco 20 mil instituições de ensino localizadas em áreas remotas, incluindo a Amazônia.

A escolha coloca desafios para o governo federal, já que a Starlink é a única empresa com uma constelação de 5.402 satélites capaz de fornecer esse serviço.

A decisão  foi tomada pelo Grupo de Acompanhamento de Projetos Especiais (Gape) e deve destinar aproximadamente R$ 3 bilhões em recursos até 2026. O valor é proveniente de fundos dirigidos pelas operadoras de telefonia, conforme estabelecido no leilão do 5G em 2021.

O Gaepe, composto por membros da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), decidiu excluir as operadoras da votação sobre este caso por causa de conflitos de interesse. (Com informações de O Cafezinho).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO