Greve Geral pelo Clima em 150 países coloca em xeque política ambiental de Bolsonaro

Em um momento em que a atenção mundial está voltada para o Brasil, devido às queimadas na floresta amazônia e as respostas do governo brasileiro diante do cenário, atos nesta sexta-feira 20 levaram milhões de pessoas às ruas, especialmente jovens, em defesa do meio ambiente. Em cidades brasileiras, manifestantes gritavam contra Bolsonaro e "fora Salles" (vídeos)

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A política de devastação do meio ambiente pratogonizada pelo governo Jair Bolsonaro foi alvo nesta sexta-feira 20 da maior mobilização já realizada até hoje. Não porque pessoas do mundo inteiro saíram às ruas contra Bolsonaro especificamente, mas em defesa do meio ambiente e da floresta amazônica, o que coloca em contradição as políticas do governo brasileiro.

A chamada Greve Geral pelo Clima, ou Climate Strike, em inglês, reuniu milhões de pessoas, especialmente jovens estudantes, em pelo menos 150 países. Multidões se reuniram para exigir ações imediatas contra as mudanças climáticas e frear as emissões de gases causadores do efeito estufa.

A Greve pelo Clima é inspirada no movimento Fridays For Future (Sextas-feiras Pelo Futuro, em português), criado por Greta Thunberg, adolescente sueca de 16 anos. Desde o ano passado, ela falta às aulas todas as sextas-feiras para protestar diante do parlamento da Suécia pelo clima. A ação ganhou comoção popular e passou a ser reproduzida por estudantes de outros países.

As mobilizações ocorrem em um momento em que a atenção mundial está voltada para o Brasil, devido às queimadas no território amazônico e as respostas do governo brasileiro frente a tal cenário. Somente no mês de agosto, a região foi devastada por 30.901 focos ativos de fogo, um aumento de 196% em relação a julho.

Justamente neste dia, o The Intercept revelou documentos que revelam o plano de Bolsonaro para a exploração selvagem da Amazônia. O ato também dá o tom de como o presidente brasileiro pode ser recebido em Nova York, onde participará da Assembleia Geral da ONU, na semana que vem. O Brasil já foi vetado de participar da Conferência do Clima que acontece na véspera.

Assista vídeos das manifestações em diversas cidades:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email