CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

Internado, Bolsonaro deve deixar hospital até quinta-feira

Médicos recomendam que o ex-ocupante do Palácio do Planalto continue seu tratamento sob acompanhamento médico, mesmo após deixar o ambiente hospitalar

Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução Youtube)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Após dias de internação no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, Jair Bolsonaro está previsto para deixar as dependências hospitalares até esta quinta-feira (16), informa o jornalista Paulo Cappelli do portal Metrópoles. A estadia no hospital foi necessária devido a uma infecção bacteriana na pele, conhecida como erisipela.

Embora a alta esteja próxima, os médicos recomendam que Bolsonaro continue seu tratamento sob acompanhamento médico, mesmo após deixar o ambiente hospitalar. A expectativa é que ele permaneça sob cuidados médicos nos próximos dias para garantir sua recuperação completa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Desde sua internação, Bolsonaro tem apresentado uma melhora gradativa em seu quadro de saúde, conforme indicado no último boletim médico divulgado pelo Hospital Vila Nova Star. Segundo as informações, o ex-presidente está clinicamente estável e sem febre, o que sinaliza uma evolução positiva no tratamento da erisipela.

A erisipela é uma infecção de pele causada por bactérias que se propagam pelos vasos linfáticos, podendo atingir diferentes camadas da pele, incluindo a gordura do tecido celular. Embora possa ocorrer em pessoas de qualquer idade, é mais comum em indivíduos diabéticos, obesos e com problemas de circulação venosa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Esta não é a primeira vez que Bolsonaro enfrenta um quadro de erisipela. Em novembro de 2022, durante os últimos meses de seu mandato presidencial, o ex-presidente também foi diagnosticado com a mesma infecção, o que resultou no cancelamento de vários compromissos oficiais.

O médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo, que monitora o quadro de saúde de Bolsonaro desde os eventos em Juiz de Fora (MG) durante a campanha eleitoral de 2018, está acompanhando o caso e o atendimento, juntamente com o cardiologista Leandro Echenique. Os boletins médicos são assinados pelo diretor-geral do hospital, Daniel Favarão Del Negro, e pelo diretor clínico, Paulo Marcelo Gehm Hoff.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Durante a internação, Bolsonaro recebeu a visita do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), que foi ministro da Infraestrutura em seu governo, entre outras lideranças políticas.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO