Internautas exigem cadeia para "baderneiros que promovem o caos" fechando as principais vias no país

A #cadeia é o assunto mais comentado no Twitter

Manifestantes queimam pneus em protesto em Várzea Grande, no Mato Grosso
Manifestantes queimam pneus em protesto em Várzea Grande, no Mato Grosso (Foto: REUTERS/Rogerio Florentino)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Internautas exigem punição para "baderneiros que promovem o caos" fechando as principais vias no país. Na rede social Twitter, a  #cadeia é o assunto  mais comentado.

Na manhã desta terça-feira (1) mais de 200 estradas no país estão ocupadas, incluindo o Aeroporto de Guarulhos. Voos estão sendo cancelados e uma aeronave vinda dos EUA teve que retornar para o solo estadunidense por conta do bloqueio. 

continua após o anúncio

>>>> Caminhoneiros bolsonaristas fecham acesso ao Aeroporto de Guarulhos; voo tem que voltar para os EUA; PRF é vista dando apoio

Indignados, os internautas exigem que as autoridades tomem medidas urgentes para conter as ações golpistas.  

continua após o anúncio

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal votou, nos primeiros minutos desta terça-feira (1º), para confirmar a decisão individual do ministro Alexandre de Moraes, que determinou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e às polícias militares dos estados o desbloqueio das rodovias brasileiras ocupadas de forma irregular por manifestantes bolsonaristas, informa o G1.

O ministro também estipulou para o diretor da PRF, Silvinei Vasques, em caso de descumprimento da ordem, multa de R$ 100 mil por hora e eventual afastamento do cargo.

continua após o anúncio

Veja:

 

continua após o anúncio

 

continua após o anúncio

 

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247