Menina de 10 anos estuprada pelo tio poderá ter nova identidade e endereço

Se aceitarem o auxílio do governo do Espírito Santo, a criança e a família recebem novas identidades, casa com aluguel pago em endereço diferente do atual e ajuda de custo por até quatro anos

(Foto: MARCELLO CASAL JR/ARQUIVO AGÊNCIA BRASIL)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A menina de 10 anos que foi estuprada pelo tio terá à disposição uma nova identidade, casa com aluguel pago em endereço diferente do atual e ajuda de custo, oferecidos pelo governo do Espírito Santo. 

A menina de 10 anos realizou um aborto na última segunda-feira (17). A vítima relatou que o tio abusava dela desde que tinha 6 anos. O homem acusado de estuprar a menina de 10 anos foi preso na madrugada desta terça-feira (18) em Betim (MG) e confessou "informalmente" o crime.

Segundo a jornalista Bela Megale, do jornal O Globo, se aceitarem a ajuda do governo, a criança e a família serão incluídas um dos programas de proteção do Estado, o Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçadas (PPCAAM) ou no Provita-ES. Em ambos, a criança e a família recebem novas identidades e endereços. A ajuda pode ser dada por até quatro anos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247