Ministros do STF afirmam que nomeação de filha de general Braga Netto para ANS é ato ilegal de nepotismo

Nomeação da filha do ministro da Casa Civil, general Braga Netto, para um cargo na Agência Nacional de Saúde (ANS) é ato ilegal de nepotismo na opinião de ministros do STF

General Braga Netto
General Braga Netto (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), a nomeação da filha do general Braga Netto para um cargo na Agência Nacional de Saúde (ANS) é ato ilegal de nepotismo, uma prática banida no poder público desde 2008, quando o tribunal editou uma súmula vinculante sobre o assunto.

Isabela Oassé de Moraes Braga Netto foi reprovada num concurso para uma vaga temporária na 1ª Região Militar do Exército no Rio. Agora ela vai ocupar o cargo de gerente de Análise Setorial e Contratualização com Prestadores, com o salário de R$ 13 mil por mês, informa O Globo

A nomeação foi avalizada pela Casa Civil, comandada pelo pai de Isabela, o general Braga Netto, ministro da Casa Civil do governo Bolsonaro. Em agosto de 2008, o plenário do Supremo editou uma súmula que proíbe autoridades de nomearem cônjuge ou parente até terceiro grau para cargo em comissão, de confiança ou função gratificada em qualquer dos Poderes, no nível municipal, estadual e da União. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247