Moro deleta tweet em que critica indicação de Kassio Marques ao STF

O ex-ministro Sérgio Moro colocou em dúvida se a ida de Kassio Nunes ao STF necessariamente implicará no combate à corrupção. Em live, Jair Bolsonaro ironizou um eleitor ao questionar se poderia trocar o desembargador pelo ex-juiz da Lava Jato. "Vocês querem o Sérgio Moro ministro do Supremo? Será que ele vai ser um ministro leal às nossas causas?", questionou

Sérgio Moro, Kassio Nunes e Bolsonaro
Sérgio Moro, Kassio Nunes e Bolsonaro (Foto: Reuters | Reprodução | Isac Nóbrega/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro Sérgio Moro apagou do Twitter um post em que ele criticava a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques feita por Jair Bolsonaro para ocupar a vaga do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal.

"Se Jair Bolsonaro não indicar alguém ao STF comprometido com o combate à corrupção ou com a execução da condenação criminal em segunda instância, todos já saberão a sua verdadeira natureza (muitos já sabem)", escreveu o ex-juiz.

Em live nessa quinta-feira (1), Bolsonaro ironizou eleitores e perguntou se eles não queriam Moro no lugar de Kassio Nunes. "Você quer que eu troque o Kássio pelo Sérgio Moro? Vocês querem o Sérgio Moro ministro do Supremo? Será que ele vai ser um ministro leal às nossas causas? Será que ele vai ser aprovado no Senado?", questionou (leia aqui).

Amiga pessoal da família Bolsonaro, a desembargadora federal Maria do Carmo Cardoso ajudou na indicação de Nunes. A advogada Lenise Prado, filha da desembargadora, foi até indicada como conselheira do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) por Jair Bolsonaro, em 2019.

posts de sergio moro

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247