Morre o filósofo José Arthur Giannotti, professor emérito da FFLCH-USP

Aos 91 anos, faleceu o filósofo José Arthur Giannotti, professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP que dedicou seus estudos para autores importantes da filosofia ocidental, como Karl Marx, Martin Heidegger e Ludwig Wittgenstein

José Arthur Giannotti
José Arthur Giannotti
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Aos 91 anos, faleceu, nesta terça-feira, 27, o filósofo José Arthur Giannotti, professor emérito da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP).

Giannotti dedicou seus estudos para autores importantes da filosofia ocidental, como Karl Marx, Martin Heidegger e Ludwig Wittgenstein. Ele presidiu por quatro mandatos o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap).

Ele publicou o livro "Origens da dialética do trabalho: estudo sobre a lógica do jovem Marx", sua tese de livre-docência que foi defendida em 1966 e foi publicada em 1985; além de "Trabalho e reflexão: ensaios para uma dialética da sociabilidade", de 1983. Em 2020, também publicou "Heidegger/Wittgenstein: confrontos", tendo dito à revista Época que se tratava de seu "melhor livro".

PUBLICIDADE

Grande amigo do ex-presidente e sociólogo Fernando Henrique Cardoso (FHC), o filósofo participou do Conselho Federal de Educação por alguns meses em 1996.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email