CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

"Netanyahu segue afrontando qualquer princípio humanitário", critica Carol Proner

Jurista condenou o ataque aéreo lançado por Israel contra um campo de refugiados palestinos em Rafah, na Faixa de Gaza

Imagem Thumbnail
Carol Proner | Benjamin Netanyahu (Foto: Joédson Alves/Agência Brasil | ABIR SULTAN POOL/Pool via REUTERS)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A jurista Carol Proner condenou pelo X, antigo Twitter, nesta segunda-feira (27) o ataque aéreo lançado por Israel contra um campo de refugiados palestinos em Rafah, na Faixa de Gaza. O bombardeio deixou pelo menos 40 pessoas mortas. Há relatos de pessoas carbonizadas. Outras precisaram ter membros amputados, incluindo mulheres, idosos e crianças. 

"Para entender a gravidade deste ataque de domingo. O comando militar de Israel, por meio das comunicações para o deslocamento, indicou que seria um lugar seguro ('safe zone'), e, com ataques direcionados, produziu uma verdadeira armadilha de morte para pessoas sitiadas. A crueldade especial do último ataque, porque usado como posto de saúde, para tratar feridos e doentes, razão pela qual os já 50 mortos, quase todos mulheres e crianças carbonizadas, eram civis incapazes de fugir ou lutar pela própria vida. Netanyahu segue afrontando qualquer princípio humanitário, ignora decisões de organismos internacionais e nega cumprimento às mais recentes recomendações da Corte Internacional de Justiça. Israel desafia a totalidade da comunidade internacional produzindo escalada inédita de violência que, como em outros momentos de insanidade planetária, certamente será contida de um modo ou de outro. Mas até que isso ocorra, só nos resta denunciar e jamais naturalizar", publicou Carol Proner.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO