Nomes omitidos por hospital que testaram positivo para coronavírus podem ser os de Bolsonaro e Michelle

De acordo com o experiente colunista do Correio Braziliense Vicente Nunes, integrantes do Planalto afirmam que os nomes ocultados podem sim ser os de Jair e Michelle Bolsonaro, que não tiveram ainda seus exames oficialmente divulgados

Jair Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e o Hospital das Forças Armadas (HFA)
Jair Bolsonaro, Michelle Bolsonaro e o Hospital das Forças Armadas (HFA) (Foto: PR | Google/Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os dois nomes ocultados pelo Hospital das Forças Armadas (HFA) em lista de resultado de testes para coronavírus podem ser os de Jair Bolsonaro e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, informa o experiente colunista do Correio Braziliense Vicente Nunes.

Segundo Vicente, integrantes do Planalto admitem tal possibilidade. A orientação é de que nenhuma informação sobre o resultado do exame de Bolsonaro e da esposa sejam divulgadas “por questão de segurança nacional”.

23 pessoas que compunham a caravana de Bolsonaro aos Estados Unidos, ocasião na qual provavelmente foram expostas ao coronavírus, já foram examinadas e testaram positivo para Covid-19. Além disso, seguranças e o motorista do ocupante do Planalto também apresentaram sintomas do vírus. 

O Hospital das Forças Armadas apresentou ao Governo do DF uma lista de infectados com o novo coronavírus, mas omitiu os nomes de duas pessoas que testaram positivo.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247