Pazuello pode cair por causa da vacina chinesa; para Bolsonaro, ele 'quer aparecer, como o Mandetta'

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, pode ser o terceiro titular da pasta a perder o seu posto. O motivo é o acordo que firmou com os governadores nesta terça para aquisição de 46 milhões de doses da CoronaVac, em parceria com João Doria. Para Bolsonaro, Pazuello está ‘"querendo aparecer demais, está gostando dos holofotes, como o Mandetta’"

Pazuello, Doria segurando Coronavac e Bolsonaro
Pazuello, Doria segurando Coronavac e Bolsonaro (Foto: PR | GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Saúde Eduardo Pazuello pode ser demitido por causa do acordo que firmou nesta terça-feira (20) para aquisição de 46 milhões de doses da CoronaVac, em parceria com João Doria. Segundo o jornalista Lauro Jardim em sua coluna no jornal O Globo, o ministro-general irritou Jair Bolsonaro. O presidente disse a seus assessores que Pazuello está "querendo aparecer demais, está gostando dos holofotes, como o Mandetta".

O jornalista relatou que Bolsonaro reclamou do ministro com alguns auxiliares e desautorizou-o publicamente, cancelando o acordo na manhã desta quarta-feira

Lauro Jardim informou que Bolsonaro anda irritado também pelo fato de Pazuello ter "entrado em jogo político" que beneficiaria apenas João Doria, o governador de São Paulo, que promoveu a parceria entre o estado e a fabricante chinesa da Coronavac. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247