Planalto diz que Bolsonaro vai à Assembleia da ONU

Palácio do Planalto informa que está confirmada a ida de Jair Bolsonaro a Nova York para particpar da Assembleia Geral da ONU, no próximo dia 24. Informação, divulgada pela Veja, tenta cessar rumores de cancelamento da viagem para Bolsonaro fugir de um vexame diplomático, com protestos durante o seu discurso na abertura da assembleia

247 - Diante dos rumores de uma possível cancelamento da viagem para tentar fugir de um vexame diplomático na abertura da Assembléia Geral da ONU, o Palácio do Planalto disse oficialmente que está confirmada a ida de Jair Bolsonaro aos Estados Unidos.

A informação foi publicada pela revista Veja que afirma que, apesar das questões médicas envolvidas na recuperação de Bolsonaro após a cirurgia para correção de uma hérnia, o Planalto confirma a participação dele na ONU.

Assessores avaliavam que ele seria alvo de protestos por conta de sua política de destruição da Amazônia, seu discurso fazendo apologia à distaduras e ofensas a líderanças internacionais.

Os cancelamentos de diversos encontros bilaterais com chefes de Estado também aumentaram as especulações sobre o cancelamento. Segundo a Veja, a esticada ao Texas para se encontrar com empresários do setor armamentista está confirmada. 

Discurso

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho de Bolsonaro, garante que o pai fará um bom discurso na abertura da Assembleia Geral da ONU, no dia 24. "Tudo bem com meu pai! Está manhã está no Palácio da Alvorada reunido com pessoas de sua confiança desenvolvendo feitura do discurso que o Brasil fará na ONU! 1000%!", disse

Ao vivo na TV 247 Youtube 247