PSOL aciona Procuradoria contra intimação de Guajajara por critica ao governo

Sônia Guajajara foi intimada pela PF depois de criticar o governo na websérie Maracá, que denunciou violações contra os povos indígenas durante a epidemia do novo coronavírus

Coordenadora Executiva da Articulação dos Povos indígenas do Brasil (Apib), Sonia Guajajara
Coordenadora Executiva da Articulação dos Povos indígenas do Brasil (Apib), Sonia Guajajara (Foto: Jane de Araújo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

ConJur - A bancada do Psol na Câmara enviará uma representação à Procuradoria da República no Distrito Federal contra o presidente da Funai, Marcelo Xavier, e o delegado da Polícia Federal Francisco Vicente Badenes Junior por causa de inquéritos abertos contra os líderes indígenas Sonia Guajajara e Almir Suruí. 

"Os representados agem em desconformidade com a lei para perseguir aqueles que criticam o atual presidente da República. O viés autoritário e antidemocrático da gestão à frente do Poder Executivo Federal não pode contaminar a gestão pública através de ameaças e aparelhamentos", dizem os parlamentares. 

Guajajara foi intimada pela Polícia Federal depois de criticar o governo na websérie Maracá, que denunciou violações contra os povos indígenas durante a epidemia do novo coronavírus. Já a investigação contra Amir está ligada a declarações de integrantes da associação Metareilá, do povo indigena Suruí. Ambos são investigados por difamação.

Segundo a bancada do Psol, a Procuradoria da República deve apurar eventual prática de crime de abuso de autoridade e de improbidade administrativa por parte da Presidência da Funai e do delegado da PF. 

"Almir Suruí e Sônia Guajajara apenas exerceram o direito constitucional da liberdade de expressão e manifestação, sendo absolutamente inconstitucional e ilegal a requisição do representado Sr. Marcelo, bem como o encaminhamento da denúncia pelo delegado da Polícia Federal. Não há qualquer base legal para pedido de abertura de inquérito por críticas legítimas e democráticas feitas ao governo federal", prossegue a representação. 

O texto é assinado pelos deputados Ivan Valente; Talíria Petrone Soares; Áurea Carolina de Freitas e Silva; Viviane da Costa Reis; David Michel dos Santos Miranda; Fernanda Melchionna e Silva; Luiza Erundina; Glauber de Medeiros Braga; Marcelo Freixo; e Sâmia Bomfim. 

Clique aqui para ler a representação

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email