PT prepara reação contra fake news bolsonarista de que, se eleito, Lula fecharia igrejas evangélicas

Plataforma Verdade na Rede lembra que Lula foi quem sancionou a lei da liberdade religiosa, em 2003, e também sancionou a lei que criou o Dia da Marcha para Jesus, em 2009

www.brasil247.com - Lula
Lula (Foto: Ricardo Stuckert | Pixabay)


247 - O PT está promovendo uma reação forte às fake news difundidas por bolsonaristas de que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fecharia as igrejas evangélicas do país em caso de vitória nas eleições de outubro. 

Nas peças da contraofensiva, elaborada pela plataforma Verdade na Rede, o PT lembra que Lula foi quem sancionou a lei da liberdade religiosa ainda no primeiro ano em que governou o país, em 2003.  Lula também sancionou a lei que criou o Dia da Marcha para Jesus, em 2009, proposta pelo então senador Marcelo Crivella, que é bispo da da Igreja Universal do Reino de Deus.

>>> Michelle Bolsonaro compartilha ataque a Lula e religiões africanas: "entregou a alma para vencer essa eleição" (vídeo)

De acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o núcleo da coordenação da campanha “vem recebendo relatos de diversas localidades sobre fake news espalhadas até mesmo dentro de templos afirmando que o petista perseguirá religiosos e não permitirá que elas sigam funcionando. Há inclusive áudios de pastores que espalharam a notícia falsa sobre o ex-presidente em pregação a seus fiéis”.

Nesta segunda-feira (15), o deputado federal Marco Feliciano (PL-SP), que também é pastor evangélico, admitiu, em entrevista ao jornal O Globo, que está espalhando a fake news de que o PT pretende fechar igrejas caso volte ao poder. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

 

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247