Sachsida faz mimimi nas redes e diz que foi reduzido a bolsonarista

Ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, faz de conta que não entende porque é criticado por ter se associado ao fascismo brasileiro

www.brasil247.com - Adolfo Sachsida
Adolfo Sachsida (Foto: Anderson Riedel/PR)


247 - O ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, foi às redes sociais para reclamar de ser classificado como "bolsonarista". Apesar de integrar o primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro, e ter sido indicado para a pasta com a missão de acelerar a privatização da Petrobrás, Sachsida quer ser lembrado como intelectual do liberalismo. 

"Para reflexão. Sinto isso na pele: como apoio o presidente @jairbolsonaro sou tratado assim a todo momento. Pouco importa que terminei meu doutorado aos 28 anos, que fui professor nos Estados Unidos, que escrevi livros. Tudo some sob o rótulo: bolsonarista", afirmou o ministro bolsonarista. 

Sachsida é alinhado com o neoliberalismo do ministro da Economia, Paulo Guedes, e  defensor da extrema direita, tendo sido seguidor e aluno do astrólogo  Olavo de Carvalho, considerado um dos “gurus do bolsonarismo” e falecido em janeiro deste ano. Nesta linha, ele já chegou a dizer que a China “é uma merda”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira reações de internautas à declaração:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

 

 

 


Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email