Sara Winter: ‘tenho vergonha de quando saía na rua gritando mito’

A ativista também afirmou que o governo de Jair Bolsonaro, seu ex-aliado, foi uma "grande ilusão para os conservadores"

www.brasil247.com - Militante Sara Winter
Militante Sara Winter (Foto: Reprodução)


247 - A ativista Sara Winter afirmou sentir "vergonha" de Jair Bolsonaro, seu ex-aliado. "Eu me decepcionei demais com o Bolsonaro. O governo dele foi uma grande ilusão para os conservadores. Eu tenho vergonha de quando saía na rua gritando 'mito'", disse. O relato dela foi publicado pelo jornal O Globo.

A extremista foi presa por fazer ameaças aos ministros do Supremo Tribunal Federal durante um protesto em Brasília (DF). "Nós recebíamos diretrizes diretas do Planalto. A Carla Zambelli e a Bia Kicis diziam em quem a gente deveria bater ou não. Tínhamos certeza que, se acontecesse alguma coisa, teríamos um respaldo legal, jurídico e econômico. O que aconteceu foi o contrário", afirmou.

Quem também demonstrou insatisfação foi o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson. A aliança de Bolsonaro com o centrão, principalmente com o PL, tem deixado a cúpula petebista irritada

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O blogueiro Oswaldo Eustáquio e o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), outros dois bolsonaristas alvo da Justiça por ameaças e atos antidemocráticos, não se dizem diretamente decepcionados com Bolsonaro, mas sim com o 'bolsonarismo'.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email