"Se for culpado, vai pagar", diz Bolsonaro sobre prisão de Milton Ribeiro

"Se for inocente, sem problema. Se for culpado, vai pagar", disse Jair Bolsonaro sobre a prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro

www.brasil247.com - Bolsonaro e Milton Ribeiro
Bolsonaro e Milton Ribeiro (Foto: Valdenio Vieira/PR)


247 - Jair Bolsonaro afirmou que a prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro nesta quarta-feira, 22, é um sinal de que não interfere na Polícia Federal e que se o ex-colaborador “for culpado, vai pagar". Milton Ribeiro foi preso preventivamente pela suspeita de irregularidades e desvios na liberação de recursos do Fundo Nacional de Educação (FNDE). Ele é investigado pelos crimes de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

"É como a questão do Milton, lamento. A imprensa vai dizer que está ligado a mim, etc. Paciência. Se tiver algo de errado, ele vai responder. Se tiver. Se for inocente, sem problema. Se for culpado, vai pagar", disse Bolsonaro em entrevista à Rádio Itatiaia. 

“Ele responda pelos atos dele. Eu peço a Deus que não tenha problema nenhum. Mas, se tem algum problema, a PF está agindo, está investigando, é um sinal que eu não interfiro na PF, porque isso aí vai respingar em mim, obviamente”, lamentou. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro, que em diversas ocasiões negou a existência de qualquer caso de corrupção em seu governo, agora disse que não tem como controlar tudo o que acontece. “Eu tenho 23 ministros, tenho mais de uma centena de secretários, mais de 20 mil cargos em comissão. Se alguém faz algo de errado, pô, vai botar a culpa em mim? Vinte mil pessoas. Logicamente, a minha responsabilidade é afastar e colaborar com a investigação. Pode ter certeza que essa investigação, além da PF, não interfiro, deve ter Controladoria-Geral da União, aí sim é um ministério meu, etc. E ajudando para elucidar o caso”, disse. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email